Santa Catarina promove mobilização contra as hepatites virais

Campanha orienta população sobre a realização do teste rápido para sífilis, HIV, hepatites B e C e vacinação contra hepatite B.

No próximo dia 28 de julho é comemorado o Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais. Para alertar a população sobre os riscos da doença, a Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina promoverá a semana da conscientização sobre a doença. Essas ações serão coordenadas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), por meio das gerências de DST/Aids/Hepatites Virais e Gerência de Imunopreveníveis.

A proposta é alertar a população sobre a prevenção e incentivar as pessoas na realização de testagem para o diagnóstico das hepatites B e C. Estratégias pontuais serão realizadas nas unidades de saúde dos municípios de Santa Catarina.

De acordo com Simone Bittencourt, chefe de divisão das Hepatites Virais da Dive a população ainda é carente no que diz respeito às informações. “Na maioria dos casos, os portadores da hepatite não sabem que tem a doença. Por isso, a campanha é de extrema importância por ser uma das formas pela qual podemos intensificar os nossos esforços para evitar que mais pessoas sofram deste problema. Nossa preocupação é voltada para profissionais de salões de beleza, a exemplo de manicures e pedicuros, barbeiros e também para tatuadores”, afirma.  

As estratégias propostas são: intensificação da vacinação contra hepatite B; testes rápidos para diagnóstico de hepatites B e C, sífilis e HIV; orientação à população sobre prevenção e cuidados em relação às hepatites virais B e C e a distribuição de materiais informativos.

A profissional da Dive ainda ressalta a “importância do diagnóstico precoce evitando que o paciente chegue aos serviços de saúde em um estágio avançado da doença, já com algum grau de comprometimento hepático".

O Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais, no dia 28, será marcado com uma ação em frente à Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina coordenada pela Gerência de Vigilância das DST/Aids da Dive. Entre 13h e 15h, serão distribuídos panfletos, preservativos masculinos e femininos com orientação para a população.

DADOS
De acordo com dados do Ministério da Saúde foram notificados e confirmados 120.343 casos de hepatite B (31,6% na região Sul) e 82.041 casos de hepatite C (22,3% na região Sul) de 1999 a 2011.  Em Santa Catarina, de 2004 a 2014 foram notificados 10.855 casos de hepatite B, com uma taxa de detecção de 22,8 por 100.000 habitantes; e 7.700 casos de hepatite C, com taxa de detecção de 16,2 por 100.000 habitantes.
          
SOBRE AS HEPATITES
A hepatite é uma inflamação do fígado, geralmente causada por vírus, mas que também pode ser provocada pelo abuso de bebida alcoólica e por reação a algum medicamento. É uma doença silenciosa, cujos sintomas nem sempre aparecem, mas quando surgem podem ser: cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras.

A hepatite B é transmitida pelo sangue e/ou nas relações sexuais sem preservativo. É possível contrair a doença por meio do compartilhamento de objetos sem adequada esterilização, tais como: agulhas e seringas, lâminas de barbear, materiais cirúrgicos e odontológicos, materiais de manicure, materiais para aplicação de tatuagens e colocação de piercings.
 
A hepatite C também é transmitida pelo sangue. A contaminação pode ocorrer pelo uso de drogas com compartilhamento de seringas, agulhas, canudos de inalação e materiais perfurocortantes contaminados. Quem recebeu transfusão de sangue e/ou hemoderivados antes de 1993 pode ser portador da doença.
 
COMO PREVENIR A HEPATITE B E C
- Vacine-se contra a hepatite B
- Não compartilhe objetos como escova de dente, lâminas de barbear ou depilar.
- Usuários de drogas não devem compartilhar seringas, agulhas, cachimbos e canudos de inalação.
- Assegure-se de que os materiais usados para fazer tatuagens e piercings sejam totalmente descartáveis.
- Utilize material de manicure individual e esterilizado.
- Use preservativo em todas as práticas sexuais.

 

Confira a página sobre a Hepatite B

Confira a página sobre a Hepatite C

 

Jornalismo
Núcleo de Comunicação – DIVE
Secretaria de Estado da Saúde
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Fone: (48) 3664-7402


Topo