Municípios catarinenses são convocados a participar do Dia D de mobilização nacional para o combate ao Aedes aegypti

A Sala de Situação Estadual para o Combate ao Aedes aegypti encaminhou ofício a todos os secretários municipais de Saúde do Estado para que sejam realizadas ações educativas e de controle ao mosquito em todos os 295 municípios catarinenses no dia 13 de fevereiro.

“No sábado, faremos um grande trabalho de mobilização em Santa Catarina, envolvendo as Forças Armadas e todos os órgãos do Estado e dos municípios”, afirma João Paulo Kleinübing, secretário de Estado da Saúde. A inciativa atende a convocação do governo federal para adesão à mobilização nacional.

“Solicitamos aos municípios que, neste Dia D, realizem visitação a residências e estabelecimentos comerciais, prestando esclarecimentos quanto aos procedimentos para eliminar possíveis criadouros do mosquito, além da distribuição de material educativo”, detalha o diretor da Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), Eduardo Macário. Outra orientação foi para que seja recomendada a limpeza de calhas, a retirada de entulhos e lixo, a remoção de recipientes com água parada, assim como a aplicação de medidas de controle individual, como utilização de telas em portas e janelas e o uso de repelentes.

As Forças Armadas também integrarão as ações de mobilização neste Dia D nas regiões dos municípios onde há uma base da Marinha ou do Exército ou da Aeronáutica. No total, 4 mil militares farão a distribuição de material impresso em 34 cidades catarinenses, orientando a população sobre a importância da eliminação dos potenciais criadouros do mosquito, transmissor da dengue, da zika e da chikungunya.

O general da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, Richard Fernandes Nunes, será o coordenador do trabalho que será realizado pelas Forças Armadas durante o dia de mobilização. Os homens atuarão nas regiões dos municípios de Florianópolis, Blumenau, Gaspar, Criciúma, Içara, Forquilhinha, São José, Itajaí, Balneário Camboriú, Itapema, Navegantes, Joinville, Garuva, Lages, São Joaquim, Laguna, Porto União, São Francisco do Sul, São Miguel do Oeste, Pinhalzinho, Descanso, Iporã do Oeste, Guaraciaba, São José do Cedro, Itapiranga, Maravilha, Paraíso, Flor do Sertão, Três Barras, Canoinhas, Tubarão, Capivari de Baixo, Urubici e Mafra.

 

Informações adicionais à imprensa:
Letícia Wilson / Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
(48) 3664-7406


Topo