Nota de esclarecimento: Investigação de óbito suspeito de dengue em Chapecó

No dia 13 de março de 2016 a Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (DIVE/SC) foi notificada pela Secretaria Municipal de Saúde de Chapecó acerca da ocorrência de um caso suspeito de dengue que evoluiu para óbito.

Informações preliminares relatam que o paciente deu entrada no Hospital Regional do Oeste no dia 11 de março, sendo transferido no dia seguinte (12/03) para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Unimed, onde veio a óbito no dia 13 de março.

O Laboratório Central de Saúde Pública do Estado de Santa Catarina (LACEN/SC) recebeu no dia de hoje (14/03) quatro amostras de sangue para realização de diagnóstico laboratorial para dengue. Os resultados, até o momento, não apontam para a conclusão definitiva do diagnóstico, sendo necessário encaminhamento das amostras para o Instituto Adolpho Lutz de São Paulo (IAL/SP) – laboratório de referência em Saúde Pública para Santa Catarina, para realização de exames complementares. A previsão é de que os resultados sejam divulgados na próxima semana.

Nesta segunda-feira (14/03), uma equipe de epidemiologistas da DIVE/SC, acompanhada pelo superintendente de vigilância em saúde, o médico infectologista Fábio Gaudenzi, se deslocou para Chapecó para auxiliar município na investigação do caso. O objetivo da investigação é confirmar a etiologia do caso e avaliar os possíveis fatores associados ao óbito, seguindo protocolo definido pelo Ministério da Saúde (MS) para óbitos suspeitos de dengue.

 

Informações adicionais​ à imprensa​:
Letícia Wilson / Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
Fone: (48) 3664-7406​ | 3664.7402
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Topo