Santa Catarina prepara ações para marcar o Dia Nacional de Combate à Dengue

No próximo sábado, 19 de novembro, será celebrado o Dia Nacional de Combate à Dengue. A data será lembrada em diversos municípios catarinenses com a realização de ações de conscientização em relação às formas de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e, também, da febre de chikungunya e da febre do zika vírus. “Nos últimos 15 dias, houve um aumento de 59 focos do mosquito, identificados em 24 municípios. É preciso intensificar os cuidados para a eliminação de recipientes com condições propícias para reprodução do Aedes aegypti, tendo em vista a proximidade com o período de maior calor e chuvas intensas”, alerta Suzana Zeccer, gerente de Zoonoses da Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde (Dive/SC).

Em Florianópolis, a Secretaria Municipal de Saúde realizará um evento educativo no Parque de Coqueiros, das 8h às 13h. Além da distribuição de materiais informativos e da realização de atividades recreativas para crianças, o laboratório móvel oferecerá a oportunidade de conhecer amostras de larvas e de mosquito Aedes aegypti. Durante o evento, serão divulgados os endereços dos ecopontos existentes na região continental para dispensa de resíduos volumosos – um no bairro Capoeiras e outro no bairro Monte Cristo – enfatizando a importância da destinação correta de resíduos que possam acumular água, tornando-se potenciais criadouros de mosquito Aedes aegypti.

Em Itapema, a Secretaria Municipal de Saúde estará distribuindo material informativo na “Barraca da Saúde”, que será montada na Praça da Paz, das 8h às 13h. Em Balneário Camboriú e em Itajaí serão intensificadas ações de divulgação das formas de prevenção junto à imprensa e serão distribuídos materiais informativos em diversos pontos da cidade.

Em São Miguel do Oeste, um “estande da Dengue” será montado no evento SESC Cidadão do Bem, que acontecerá das 13h30 às 17h no CAIC. No local, a Secretaria Municipal de Saúde realizará atividades educativas para as crianças, distribuição de materiais informativos e também oferecerá microscópio e lupas para quem desejar visualizar amostras de larvas e de mosquitos. Outros municípios da região Oeste também realizarão ações alusivas à data.  

Panorama epidemiológico

De acordo com o último Boletim Epidemiológico (32/2016), 4.359 casos de dengue foram confirmados entre 1º de janeiro e 5 de novembro – período em que o estado registrou, pela primeira vez, dois óbitos causados pela doença. Do total, 3.978 casos foram de transmissão dentro do estado, ocorridos em 27 municípios, o que representa um aumento de 18% em relação ao mesmo período do ano.

Este ano, oito municípios declaram epidemias de dengue no estado - Serra Alta, Bom Jesus, Coronel Freitas, Descanso, Modelo, Chapecó e União do Oeste, todos na região Oeste -; enquanto no ano passado apenas Itajaí registrou epidemia, a primeira da história de Santa Catarina. Em relação aos focos do mosquito Aedes aegypti, foram identificados 6.385 focos, em 133 municípios até o momento. Neste mesmo período em 2015 tinham sido identificados 6.170 focos em 112 municípios.

Confira, na íntegra, o último boletim epidemiológico.


Topo