Movimento #secuidaSC mobiliza comunidades de quatro municípios de Santa Catarina

Em 2017, os eventos do movimento #secuidaSC foram realizados no dia 7 de abril, quando é celebrado o Dia Mundial da Saúde e aconteceram, simultaneamente, em quatro cidades catarinenses: Palhoça, Itajaí, Lages e Tubarão. Coordenado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), o movimento foi descentralizado e envolveu as gerências regionais de saúde e as secretarias municipais de saúde, com o apoio de diversas instituições e empresas parceiras. Representantes da Dive/SC participaram dos eventos nas quatro cidades.
 
O principal objetivo foi estimular a adoção de hábitos saudáveis como forma de diminuir os casos de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), em especial as doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, câncer e diabetes que, em 2015, foram responsáveis por 75% das causas de mortalidade no estado.
 
O movimento #secuidaSC nos municípios contou com bate-papos, palestras, aulas de ginástica, consultoria alimentar, atividades recreativas para crianças, apresentações musicais, de dança e teatro, “varal de receitas”, feira de artesanato e distribuição de mudas de ervas e de temperos naturais. Além disso, o movimento se une ao tema da campanha do Dia Mundial da Saúde, que em 2017 abordará a depressão, informando que existem formas de prevenção e tratamento.
 
O evento foi criado no ano passado e realizado em Florianópolis e descentralizado este ano para abranger outras regiões do estado, considerando que os dados epidemiológicos reforçam a necessidade de conscientização de toda a população catarinense.  Os municípios, Gerências Regionais e instituições parceiras que aderiram ao movimento entenderam e aceitaram o desafio.
 
No #secuidaSCItajaí, aproximadamente 500 pessoas participaram do evento, que aconteceu na Praça Esportiva Gregório Cristino da Silva, no loteamento Jardim Esperança. Contou com aulas de defesa pessoal feminina, crossfit, dicas de alimentação saudável com nutricionista, dança para crianças, gincana infantil, apresentações musicais e de dança. Já em Tubarão, o movimento #secuidaSCTubarão ficou concentrado na Praça Willy Zumblick, no centro da cidade, cerca de 300 pessoas circularam pelo local e puderam levar para casa mudas de árvores frutíferas e material informativo sobre a promoção da saúde. Em Palhoça, o evento teve a presença de 500 pessoas, o #secuidaSCPalhoça agitou a Praça 7 de setembro, no Centro da cidade, a população contou com aulas de ritmos, corte de cabelo e maquiagem, além de muita informação sobre hábitos para se ter qualidade de vida. Na serra catarinense, em Lages, o evento #secuidaSCLages recebeu cerca de 400 pessoas no Parque Jonas Ramos (Tanque), contou com aulões de ginástica, de pilates, de ginástica funcional, de zumba, de cross fit e de vôlei. E, para as crianças, oficinas de pintura de ovos de Páscoa, de artesanato e de contação de histórias.
 
De acordo com a gerente de Vigilância de Agravos da Dive/SC, Gladis Helena da Silva, historicamente, as ações de saúde vem sendo focadas na prevenção de doenças. “Com as ações do movimento, estamos focando na promoção da saúde, esta é algo mais amplo e inclui os determinantes sociais da saúde, que vão desde os comportamentais até os sociais, econômicos, culturais, étnico/raciais e ambientais”, afirma.
 
O #secuidaSC envolve a realização dos eventos, a divulgação de mensagens positivas de promoção da saúde, estimulando seu compartilhamento por meio das redes sociais e aplicativos, além da produção de matérias especiais com dados estatísticos sobre as doenças crônicas não transmissíveis mais prevalentes em homens e mulheres. O movimento conta com o apoio de diversas instituições e, dentre os parceiros, está o artista plástico Luciano Martins, que desenvolveu personagens exclusivos, incentivando práticas saudáveis. “A promoção da saúde é um grande desafio. Para alcançar bons resultados, é necessário estabelecer e fortalecer parcerias entre vários setores e níveis, implantando a política de promoção da saúde no estado”, finaliza Gladis.

Topo