Secretaria da Saúde atualiza os dados sobre casos e óbitos por influenza em Santa Catarina

De 1 de janeiro a 3 de junho deste ano, foram confirmados 137 casos de gripe por influenza em Santa Catarina, ou seja, pessoas que foram internadas em hospitais do estado com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e que tiveram resultado laboratorial positivo para o vírus influenza. Desses, 16 foram a óbito. Os dados constam no Informe Epidemiológico n°10/2017 – Vigilância da Influenza divulgado hoje, 8, pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina (Dive/SC).

Do total de casos confirmados, 124 foram pelo vírus do tipo A(H3N2), 10 pelo influenza B, 1 pelo influenza A(H1N1)pdm09 e dois estão aguardando subtipagem para identificação do tipo de vírus influenza A. Importante acrescentar que, em 81 casos, as pessoas apresentavam algum fator de risco associado, dos quais 52 (64,2%) eram idosos (acima de 60 anos), 11 (13,6%) eram obesos, nove (11,1%) eram crianças menores de dois anos e oito (16,3%) eram portadores de doenças crônicas, além de uma gestante.

Dos 16 óbitos de SRAG por influenza, 13 (81,3%) apresentaram algum fator de risco para agravamento (idosos, obesos e doentes crônicos). Do total, 14 fizeram uso de oseltamivir, em média, quatro dias após o início dos sintomas, enquanto a recomendação é que medicação seja iniciada em até 48 horas após o início dos sintomas, como febre alta, tosse e falta de ar.

Clique aqui e confira o Informe Epidemiológico n°10/2017 – Vigilância da Influenza na íntegra.

 

VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

Do dia 17 de abril, quando foi iniciada a 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, até hoje, 1.189.804 pessoas da população-alvo foram vacinadas em Santa Catarina, equivalendo a uma cobertura de 87,29%. Do dia 5 ao dia 7 de junho, outras 66.849 pessoas receberam a vacina contra a influenza, a partir da liberação do Ministério da Saúde das doses remanescentes a toda a população.

Importante ressaltar que todas as crianças que tomaram a vacina pela primeira vez este ano, devem retornar aos postos de saúde para receberem a segunda dose.  A vacinação permanece sendo oferecida no estado enquanto durarem os estoques.

 

 

Saiba mais em www.gripe.sc.gov.br


Topo