Movimento #secuidaSC mobiliza municípios do sul de Santa Catarina

Em 2018, o evento #secuidaSC foi realizado em Criciúma no dia 7 de abril, quando é celebrado o Dia Mundial da Saúde. Coordenado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), o evento foi promovida em parceria com a Gerência Regional de Saúde e as Secretarias Municipais de Saúde, com o apoio de diversas instituições e empresas parceiras. Cerca de 2 mil pessoas participaram do evento, que aconteceu na Praça Nereu Ramos, em Criciúma.
 
O objetivo foi estimular a adoção de hábitos saudáveis como forma de diminuir os casos de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), em especial as doenças cardiovasculares, respiratórias crônicas, o câncer e diabetes que, em 2017, foram responsáveis por 52,7% das causas de mortalidade no estado.
 
De acordo com o Secretário de Estado da Saúde, Acélio Casagrande, a promoção da saúde é um grande desafio, por isso a integração dos municípios é fundamental. “Sozinho, o estado não vai a lugar algum, o município não vai a lugar algum, muito menos o Ministério da Saúde. Por isso, é fundamental a união de forças para promovermos ações como essa que ocorre hoje em Criciúma.”, afirma.
 
Nos municípios, o movimento #secuidaSC contou com bate-papos, palestras, aulas de ginástica, atividades recreativas, apresentações musicais e de dança, “varal de receitas” e distribuição de mudas de ervas e de temperos naturais. Neste ano, o movimento #secuidaSC se une ao tema da campanha do Dia Mundial da Saúde, “Saúde para Todos”, reforçando o objetivo da Organização Mundial da Saúde (OMS) ao longo dos seus 70 anos de existência.
 
O evento foi criado e realizado em Florianópolis no ano de 2016. No ano de 2017, considerando que os dados epidemiológicos reforçam a necessidade de conscientização de toda a população catarinense, ele foi descentralizado para abranger outras regiões de Santa Catarina, tais como: Palhoça, Itajaí, Tubarão e Lages. Os municípios, as Gerências Regionais e instituições parceiras que aderiram ao movimento entenderam e aceitaram esse desafio.
 
Em 2018, com o apoio de diversas instituições regionais, Criciúma realizou o evento em parceria com a Prefeitura de Criciúma, a Associação Feminina de Assistência Social de Criciúma (AFASC) e com a Secretaria Municipal de Saúde dos municípios de Criciúma, Nova Veneza, Içara, Balneário Rincão e Urussanga. Além disso, contou com a participação do Serviço Social do Comércio (Sesc), da Associação Empresarial de Criciúma (ACIC), do Centro de Educação Profissional Abílio Paulo (CEDUP), da 6º Região da Polícia Militar, do 28º Grupo de Artilharia de Campanha (GAC), da Universidade do Extremo Sul de Santa Catarina (UNESC), do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (Caps AD), do Instituto Lions do Distrito LD-9, do Lions Clube Criciúma Capital do Carvão, da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (FAMCRI) e da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Cocal do Sul (Apae).
 
De acordo com o diretor da Dive/SC, Eduardo Macário, historicamente, as ações de promoção da saúde vêm sendo focadas na prevenção das doenças, “Com as ações do movimento, estamos focando na promoção da saúde, que é algo mais amplo e inclui os determinantes da saúde, que vão desde os comportamentais até os sociais, econômicos, culturais, étnico/raciais e ambientais.”, afirma.
 
O #secuidaSC envolve a realização de eventos e a divulgação de mensagens positivas de promoção da saúde, estimulando seu compartilhamento por meio de redes sociais e aplicativos, além da produção de matérias especiais com dados estatísticos sobre as doenças crônicas não transmissíveis mais prevalentes em homens e mulheres. O movimento conta com o apoio de diversas instituições e, dentre os parceiros, está o artista plástico Luciano Martins, que desenvolveu personagens exclusivos, incentivando práticas saudáveis.

Topo