Dive/SC divulga o Calendário de Vacinação 2016

Já está disponível no site da Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC) - www.dive.sc.gov.br - o Calendário de Vacinação da Rede Pública de Santa Catarina para 2016, contendo as mudanças anunciadas pelo Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (PNI/MS).

Dentre as principais mudanças está a aplicação da vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) em duas doses em meninas entre 9 e 13 anos (0 e 6 meses), eliminando a necessidade da terceira dose após cinco anos como era até então.

Em relação à vacina contra a Poliomelite, a novidade é a substituição da terceira dose, administrada atualmente com a vacina oral poliomielite (VOP), por vacina inativada poliomielite (VIP), em atenção às recomendações do Plano Global de Erradicação da Poliomelite 2013-2018, que trata também da redução gradual de utilização de vacinas orais poliomielite e fortalecimento dos programas de imunizações.

Outra alteração no calendário é que a oferta da vacina contra hepatite B deixa de ser apenas para pessoas de até 49 anos e passa a ser universal, independentemente da idade ou condições de vulnerabilidade. Para essa mudança, considerou-se diversos fatores como o aumento da expectativa de vida e da qualidade de vida da população. Além disso, observou-se que os idosos também representam parcela crescente da população exposta a hepatite B, principalmente pela resistência em utilizar medidas preventiva, como o preservativo durante as relações sexuais.

Porém, em função do desabastecimento da vacina, em decorrência da indisponibilidade de estoque no Ministério da Saúde, a recomendação, nesse momento, é que seja priorizada a vacinação contra hepatite B apenas de recém-nascidos, de pessoas que tenham sofrido alguma exposição de risco, como, por exemplo, acidentes com materiais perfurocortantes ou que tenham sofrido violência sexual e contatos de pessoas portadoras do vírus da hepatite B. “O ideal é sempre a aplicação da vacina como medida de prevenção para todos os grupos, mas, nesse momento, teremos que estabelecer prioridades”, complementa Luciana Amorim, chefe de Divisão de Imunização da Dive/SC. Grupos não-priorizados deverão aguardar a normalização dos estoques a ser divulgado posteriormente.

Clique aqui e confira o calendário completo.

 

Informações adicionais à imprensa:

Letícia Wilson / Patrícia Pozzo
Núcleo de Comunicação
Diretoria de Vigilância Epidemiológica
Secretaria de Estado da Saúde
(48) 3664-7406
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Topo